sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Campanha RockFM - Trabalho acadêmico




Briefing da semana: Divulgar a nova rádio de Web, RockFM. Meu dupla: Diego bateristaroqueirodoido. Resultado: 18 ideias. Leautei as mais fáceis, as mais legais fica para leautar nas férias.Aí eu coloco todas aqui.

Esta ideia aí é só a número três das dezoito. Baseado no conceito de que os a rádio tocaria os inúmeros clássicos existentes nas vertentes rock'n'roll usando como gancho o famos grito "Toca Raul!". Os Beatles, no caso, poderia ser substituído por vários outros clássicos do rock'n'roll, para assim, variar a campanha entre um anúncio e outro. Foi criada uma logo e um slogan para assinar o anúncio baseado no mesmo conceito. Usamos para isso uma fonte mais "iê-iê-iê" mesclando com uma outra mais "heavy". O slogan completa e deixa tudo redondinho.

God give rock'n'roll to you! Put in your soul! Amém!

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Let me sing, let me swing!

Como eu disse, os ícones anos 60 são muitos. Caberia citar todos, como os integrantes do Beatles ( =D ), Chuck Berry, Hendrix, Janis, James Jeam, Jack Kerouak Seria melhor usar só os meus amores da música e do cinema, heróis como Martin L. King e Chê não combinariam com o clima de descontração da festa. As cores remetem a alegria e descontração, já os tons de laranja simulam um certo "psicodelismo". As formas arredondadas são as mesmas que usavam em criações da época, vindas do movimento psicodélico, onde as curvas geram um certo tipo de movimento sútil, quase que uma analogia à fumaça saindo da ponta do cigarro. Cigarro de que mesmo?

Let me sing, let me swing!

             A whop bop a loom a whop a lop bam boom! Bep bop a lula, she's my baby! Well, shake it up, baby! Tutti-frutti all rotting!
            O primeiro grito que citei surgiu de uma ira tão grande, que Little Richard não pode se conter. No meio da lanchonete que ele trabalhava como garçom, ao ser insultado por racismo, solta um berro que só ele entenderia. Sabia que se seu chefe descobrisse que estava chingando a clientela estaria no olho da rua. Foi com este mesmo berro para ouvidos de branquelos e negrões que ele se deu bem.
            Se ele se deu bem com um desabafo, vou desabafar também. E quero que você me entenda bem: quero entrar logo para uma agência. Já sei o que eu vou ser quando crescer. Mas cada um tem sua hora e sua vez, to no aguardo da minha.
            Enquanto isso: A whop bop a loom a whop a lop bam boooooom (com ênfase no "bom" que é para o estouro ser maior)


            Este é um convite para um festa anos 60, que por enquanto, ainda é um convite inexistente. Assim como aquele carinha do cinema que nunca te convida para sair. Foi pensando na diversidade do período que criei a peça, onde o Elvis seria substituido em outras inúmeras peças, por outros ícones que compartilhavam a mesma época. E que época. Quem dera eu! O título "Seu sonho 60's" veio por que, eu como público-alvo, tenho o sonho de um dia poder voltar no tempo e reviver este ano de turbulências e rock'n'roll. Mas como não posso, me contentaria com uma festinha à carater. Nem isso minha cidade natal tem. Coitada.
            E aí? O que me diz?

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Não é nada disso que você está pensando

Pois é. Também é (i)real esta peça. Feita sob pressão avaliativa. Mas gostei do nome que apresentei. Assim como BH, as duas letras que formam "UP" soou bem quando lidas juntas, sem contar a auto-estima que temos quando estamos nos divertindo. O brush de baixo para cima, dando ênfase no nome e no seu sentido ajudou na compreensão. Eu acho. As cores que se contrastam bem, referem-se ao masculino(azul) e eo feminino(rosa). Mas poderia ser ao contrário! Agora, eu nem sabia que existia Bwana na Savassi. Portanto, é uma peça fantasma, ou seja, divulga algo que não existe, produzido por uma reles estudante que nem sabe ao certo se veio do norte da américa do sul ou do sul da américa do norte. Certo? Compreendido? Não fecha a porta, pode ser?

Me cansei de lero lero

Mais uma para entrar para a pastinha! Me cansei de peças fantasmas, gente! To me sentindo a Dona Morte!
Peça produzida para exercitar porgramas gráficos (e mentais). "Aqui jazZ", sacou? 

domingo, 24 de outubro de 2010

Depois do casamento do primo

Família é bom por que quando você menos espera, percebe que não é louco sozinho.
Não tem como fugir, ta no sangue. E ainda bem!

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Fantasma(górica)


Tudo, tudo, tudo fantasma! Nome, endereço, telefone, tudo! Esse fleyer foi um exercício que fiz no cursinho, até que ficou bom. Limpo, com clareza de informações, foco nos produtos, repetição das cores guias e uma logo simples, inventada na hora, sob pressão do tempo curtíssimo.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Follow @WTF_isa

















WTF_isa @ cadê vc com o meu background? ele deveria vir em primeiro lugar, antes de estudos, trabalhos, e qq responsabilidade fútil.

JulSenra  @ 'cadê vc com o meu background?' - ta no seu e-mail. Vê lá! E me fala se gostou!


sábado, 16 de outubro de 2010

Para Campello, Raphaela


Rapha diz: "Eeeeeeeeeeeeeeeeesse é do baaaaaaaaaum, heim????!!!"
 

(Pro povo lá de Caratinga. Saudade pô!)

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Peça fantasma (ainda)

















Vai ser escolhido, vai ser escolhido, vai ser escolhido! Vamos lá gente, todo mundo: vai ser escolhido, vai ser escolhido, vai ser escolhido, vai ser escolhido!

Pop card produzido pela Criss ( www.twitter.com/crisssgontijo ) e por mim, para a aula de Produção Gráfica, sujeita a sair do mundo do além.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Enquanto isso, na Praça Sete

Foto, foto, olha a foto
Foto 3x4 na hora
Empresto empréstimo BMG, BMG
Sena acumulada, pra hoje. É um real.
Um real é a Sena acumulada pra hoje.
Compro e vendo cabelo
Salão!
Salão!
Pé e mão, compra e venda de cabelo.
Celular! Compro, vendo e desbloqueio!
Posso fazer uma pesquisa com você?
Quer fazer pesquisa, moça?

Não é para isto que eu estou estudando!
Estou estafada de Belo Horizonte,
Tomara que esteja enganada,
mas aqui eles não sabem que a vida existe.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

A rainha vermelha quer fazer novas vítimas


Que medo!

(essa é minha também. Gostei da ideia, mas poderia ter ficado melhor. É que fui votar e acabei de chegar de viajem. 
Estou cansada - de exercer minha cidadania.)